Ciclic

Dicas para economizar dinheiro agora com esses 6 hábitos

Repensar os gastos mensais é o primeiro passo para se ter uma vida menos consumista – e uma conta bancária cada vez maior

Boa parte dos brasileiros deseja que esse seja um ano com menos gastos mensais e mais economia de dinheiro, muitos contando com a rentabilidade da poupança. Um levantamento recente do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) apontou que 45% dos entrevistados pretendem fazer uma reserva financeira neste ano de 2019, e outros 27% querem se livrar das dívidas.

Para que isso seja possível, é fundamental repensar o orçamento familiar que varia muito de um caso para outro, e se você não tiver, que faça um planilha de gastos mensais. Mas é fato que boa parte dos ganhos vão embora sem que se perceba, diluídos em pequenos hábitos e despesas do dia a dia. Então, quando você se dá conta, o dinheiro já não está mais lá.
“Muitos gastos pequenos geralmente são como furos na caixa d’água. Uma comprinha aqui, outra ali. O problema está na quantidade e regularidade desse hábito”, explica o consultor de finanças pessoais e educador financeiro Phillip Souza. “Por exemplo, se todo dia eu passo na padaria ou em uma loja e deixo R$ 5, já são R$ 160 no final do mês”.

A seguir, Souza elenca seis atitudes de hábitos de consumo que podem ser repensados para ajudar você a economizar e ficar sempre no azul. Além de poder encontrar a melhor previdência privada para você.

6 dicas para economizar dinheiro

1. Gastos mensais: Compras impulsivas

São momentos em que você gasta dinheiro sem se dar conta – e, na maioria das vezes, sem necessidade –, seja por hábito ou por impulsividade. Pode ser desde o cafezinho de todo dia após o almoço até uma bolsa nova que você não estava precisando. O ideal é você conferir sua planilha de gastos mensais e sempre se questionar se aquilo realmente vale a pena e ponderar quanto a mais você teria no bolso ao final do mês se não fizesse tal compra. Se organize da melhor forma possível com a ajuda de uma plataforma de investimento. Você também irá encontrar diferentes dicas para economizar dinheiro nela.

2. Gastos do orçamento familiar com estética

Itens de maquiagem e cuidados com o corpo, além de serviços relacionados à estética (depilação, cabeleireiro, manicure), trazem altos gastos mensalmente. É claro que se cuidar é positivo, mas tudo o que é excessivo não faz bem – inclusive para o bolso! Não vale a pena arriscar o orçamento familiar.

Tentar trocar produtos caros por outros mais acessíveis já ajuda muito. Entre outras dicas para economizar dinheiro, diminuir a ida aos salões de beleza pode ajudar muito. Quando a pessoa consegue fazer a unha, o cabelo ou a depilação por conta própria de vez em quando, por exemplo, acontece uma boa economia no orçamento familiar. Faça as contas!

3. Gastos do orçamento familiar com o carro

Muitos gastos também se concentram nos cuidados exagerados com o automóvel. Geralmente, as pessoas nem se dão conta, mas acabam vivendo em uma eterna competição com os amigos e familiares para mostrar quão bom é o seu veículo.

Essa postura, seja consciente ou inconsciente, leva a trocas frequentes de carro por modelos cada vez mais novos ou compra desenfreada de acessórios para melhorá-lo, como rodas, sistema de som, lavagens especiais. Rever a necessidade desses hábitos fará sobrar muito mais dinheiro na conta bancária.

4. Gastos mensais desnecessários: Festas, festas, festas

Se divertir é preciso, mas o fato é que as festas e baladas podem causar um rombo em seu orçamento, por motivos óbvios. Ser constantemente o anfitrião envolve a compra de alimentos e bebidas para vários convidados – o que não sai barato. Isso quando não é necessário também investir no aluguel de um espaço para a festa, como uma churrasqueira ou salão.

Ainda que você não dê as festas e seja apenas convidado para elas com frequência, também há gastos que costumam passar batido: presente do aniversariante, roupas novas, um vinho ou pack de cerveja que você leva para o dono da casa, a sobremesa que comprou para não chegar de mãos vazias, o valor do estacionamento ou o táxi até o local. Selecionar melhor os eventos e diminuir a sua participação neles faz toda a diferença em seu orçamento doméstico. Pode testar!

5. Planilha de gastos mensais: Comer fora

Quem não gosta de ir a restaurantes? E como se gasta dinheiro neles! Calma. Nada de cortar completamente as refeições fora de casa – afinal, os momentos de lazer são necessários para a qualidade de vida – mas que tal escolher opções menos caras e com uma frequência um pouco menor? Calcule, coloque em uma planilha os gastos e veja quanto dinheiro pode sobrar em seu bolso para os jantares em restaurantes.

6. Como juntar dinheiro para viajar?

Descansar é uma delícia, mas, se você não sabe como juntar dinheiro para viajar, por envolver valores muito elevados, pode te trazer um problema financeiro.

Em situações de férias, o ideal para economizar é tentar viajar fora de temporada, porque os preços ficam mais acessíveis. Para quem tem filhos e precisa seguir o calendário escolar (que coincide com as épocas mais caras de viagens), a principal dica é fechar a passagem e hotel com bastante antecedência.

De última hora, tudo fica mais caro. Quanto mais distante estiver a viagem, melhores são suas condições para absorver e planejar o “como juntar dinheiro para viajar”, além de menores os preços e maior o prazo para pagar.

Pesquisar opções mais econômicas de acomodação, como pequenas pousadas ou aluguel de apartamentos, também ajuda a diminuir o valor das viagens.

E lembre-se: nunca entre em dívidas para bancar um padrão de vida que não condiz com sua realidade. Clique no simulador de previdência privada e garanta um futuro para você. Que tal se inspirar em outros empreendedores? Saiba como poupar para viajar e realize os seus sonhos!